segunda-feira, 3 de setembro de 2018

O ensino tradicional funcionava? ainda funciona?





Acredito que para a maioria dos leitores com 20 anos ou mais, a educação tradicional funcionou muito bem. Posso dizer por mim e meus colegas, que foi ótimo. Mas porque hoje em dia parece não funcionar? De quem é a culpa?

Antes de apontar o dedo, acho que temos que tentar analisar a situação. A sociedade décadas atrás era totalmente diferente da atual. A principal diferença: Excesso de informação. Você que assim como eu nasceu na década de 90, 80 ou 70, deve ter notado que nossa infância foi muito diferente das crianças de hoje que nasceram no ano de 2000 pra frente.

Crescemos sem internet banda larga, Smartphones, Uber, máquinas de xerox, trabalhos digitados, Netflix, Skype, Facebook, Instagram e uma infinidade de outras coisas que permeiam o universo das crianças e adolescentes. Tivemos uma infância pior por conta disso? Logicamente não!

Mas a vida antigamente era mais simples, escola, dever de casa, brincar na rua, TV, supernintendo, tudo era novidade. Com o advento da globalização, tudo se tornou banal. Os estudantes já não acham o ensino tradicional atraente ou interessante, ficam dispersos durante as aulas e não aprendem.

A educação que os pais dão aos filhos também mudou bastante, a rigidez com que foram educados ficou no passado. Os filhos são criados de forma mais "aberta para o mundo", com mais liberdades e menos limites. Isso reflete diretamente nas escolas, pois a educação que o aluno recebe em casa, leva para a escola, afetando então a forma como aprende, os colegas com quem se relaciona, as decisões que toma e atitudes que tem.

A escola tradicional tinha ou tem um sistema onde somente o professor transmite conteúdo e o aluno seria apenas um receptador passivo. Onde o mesmo deve decorar o máximo de assuntos possíveis para as avaliações que se seguiam. A escola como instituição tinha rígidas regras também. Advertência, suspensão e expulsão. Notas minimas e máximas, recuperação e reprovação. Quem estudava passava, quem não estudava reprovava e ainda apanhava quando chegasse em casa.


Posso dizer hoje como funciona uma escola pública. Os alunos não tem o minimo interesse ou vontade de estudar, focando tudo somente em suas relações com os colegas e em quem "tira mais onda" na escola. Não se importam se tiram notas vermelhas, se reprovam nos bimestres, se levam faltas.

São inúmeros os motivos que levam a isso. Primeiro os pais não olham os cadernos dos filhos, se levam atividades para casa ou se copiaram algo. Se tiram nota vermelha ou reprovam, não são repreendidos em casa. Faltar aulas ou destratar o professor dá mais popularidade ao aluno, e, como vivemos em um mundo de aparências e status, isso conta muito no seu meio social.

Outra questão é que o aluno sabe que o professor irá correr atras dele para recuperar a nota e passar de ano, nem que seja "arrastado", sabem também que muitas vezes é concedido notas "de graça" ao final do ano. Eles tem ciência também de que podem passar ao próximo ano mesmo reprovando em duas disciplinas. E que basta fazer uma simples prova que vale a nota do ano todo.

A escola não culpa os pais ou mesmo os alunos pelas notas ruins, mas os professores, que muitas vezes sofrem punições caso alguns alunos não estejam indo bem. Mas como o professor pode fazer com que os alunos aprendam se tanto a escola como os pais não ajudam?

Os alunos não podem ser reprovados até determinada serie em muitas cidades, algumas disciplinas também não são reprováveis de acordo com gestores e a Secretaria de educação (como educação física, inglês, ensino religioso, artes entre outras). Mas se o aluno não comparece a aula, não faz os trabalhos, nem a recuperação e nem a recuperação da recuperação, o que o professor pode fazer? De acordo com a Secretaria, tem que correr atrás do aluno, fazer outra e outra avaliação, dar ponto se tiver uma atividade no caderno ou qualquer coisa que tiver para pelo menos justificar dar uma nota para que ele passe. Mesmo que não tenha aprendido nada e nem comparecido as aulas.

A escola tradicional não funciona mais hoje? Sim. Devido aos fatores que citem que em suma são, globalização, educação familiar, falta de apoio da escola e secretária de educação ao professores. Hoje se um pai ou mãe disciplinam seu filho, podem ser presos. Então, não há como realmente a escola tradicional funcionar se os meios que possibilitavam isso foram minados completamente.

Espero profundamente que os novos modelos de ensino mudem a realidade da educação de hoje. E que possibilitem que os estudantes cresçam como cidadãos responsáveis e ativos formadores de opinião. Pois educação do jeito que está hoje impossibilita isso. 

Esse texto foi feito com 95% da minha opinião e experiência, você pode concordar ou discordar, claro. Mas caso queira saber mais sobre esse assunto, vou deixar alguns link abaixo que se aprofundam de maneira mais técnica nessas questões:








Nenhum comentário:

Postar um comentário